sexta-feira, 20 de maio de 2011

Sonho


"Eu entro no carro, me recolho no canto da porta esquerda, ainda existe mais duas pessoas além de você naquele banco detrás. De repente você passa o seu braço sobre o meu ombro e me envolve com um abraço de ternura que eu nunca experimentei. Beija minha cabeça, beija minha testa, beija meu rosto...me beija. E me enche de ternura pelo corpo inteiro, passa sua mão pelos meus braços que já estavam anestesiados pelo momento, pelo movimento dos seus abraços, me acariciando. E fui envolvida por este momento tão súbito, tão real, tão bom que não deve ser demais pedir pra ser verdade. Que seja cheio de ternura, que seja carinhoso, que seja puro, que marque, que dure o tempo necessário para ser incrível, pois inesquecível, eu sei que será! Que seja verdade, ou então...que aconteça!"

4 comentários:

  1. como me fascina, a mistura perfeitamente dosada por Deus q compôs o seu caráter...
    Aliada a essa capacidade de escrever expressando uma verdad q nem dah pra esconder qnd se olha nos seus olhos! Incrivel...

    ResponderExcluir
  2. E isso nem traduz a metade doq qria dizer!

    ResponderExcluir
  3. Estou constrangida e encantada. Muito obrigada! Amei conversar com vc! Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  4. Naum estah mais encantada que eu...

    ResponderExcluir